top of page

Pequenos produtores e agricultores familiares da Bahia têm formação sobre nova lei que certifica alimentos no estado.


Foto Reprodução

A regulação e certificação estadual de produtos de origem animal da agricultura familiar baiana foi o tema do Seminário Estadual SIM/Susaf. O evento aconteceu nesta quinta-feira (4), no auditório da Secretaria Estadual de Educação (SEC), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, e reuniu cerca de 220 pequenos produtores, representantes de empreendimentos da agroindústria e de consórcios públicos.


A perspectiva do Seminário Estadual Sim/Susaf é ampliar o acesso às informações sobre as políticas de controle e inspeção já existentes e a Lei do Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte (Susaf-BA), que deve ser regulamentada nos próximos dias. Na palestra de abertura “A participação do Serviço de Inspeção Municipal no desenvolvimento socioeconômico do município”, Leomar Prezzoto, agrônomo e mestre em legislação sanitária, explicou que o selo que certifica a qualidade dos produtos no âmbito estadual vai aumentar a comercialização de alimentos produzidos em menor escala para toda a Bahia.



Foto Reprodução

“A legislação no nosso país sempre foi muito dura com os pequenos empreendimentos, ela não estava adequada a essa realidade produtiva, então significa um passo muito importante, para que esses empreendimentos sejam abraçados pela formalidade. Possibilitando que entrem no mercado totalmente legalizados e na mão do consumidor, de forma segura”, avaliou o especialista no setor.


SIM

Outras políticas estaduais já somaram apoios na implantação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM) em 306 municípios baianos.  De acordo com Jeandro Ribeiro, diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), o estado tinha apenas 46 municípios com o SIM. A parceria da companhia com os Consórcios Públicos Intermunicipais possibilitou que 163 agroindústrias fossem certificadas e 941 produtos obtivessem o SIM.


Foto Reprodução
Foto Reprodução

 

“A gente viu que era possível ampliar isso. Chamamos os consórcios públicos. Inicialmente começamos com três: Bacia do Jacuípe, Sisal e Portal do Sertão. Hoje nós temos 26 consórcios nessa parceria com o Estado da Bahia. Isso possibilitou a comercialização desses produtos da agricultura familiar no mercado local, depois no mercado entre os municípios consorciados”, pontuou Jeandro, que detalha ainda sobre a expansão da produção local.


“A regulamentação do Susaf vai permitir que o produto de Mucuri, no Extremo Sul da Bahia, seja comercializado em Glória, no Extremo Norte; que o produto, aqui, do Litoral Sul, de Ilhéus, possa ser comercializado no Extremo Oeste da Bahia”, detalhou o titular da CAR. Para o pequeno produtor Felipe Freitas, da marca Lacticínios Oeste, de Santa Maria da Vitória, o seminário será o momento de tirar todas as dúvidas sobre o SUSAF e preparar sua empresa para dar um novo passo na comercialização de derivados do leite de vaca.


Foto Reprodução

“Estou bastante empolgado. Fazemos cursos, participamos sempre da Feira de Agricultura Familiar, então aqui a gente vai tirar todas as nossas dúvidas. A gente sabe que é preciso readequar no âmbito estadual, isso é muito importante, então a gente está aqui justamente para buscar o conhecimento, para levar um produto com ainda mais qualidade para a nossa região”, dividiu Felipe, que pretende vender os lacticínios em mais nove municípios da região oeste do estado.


Programação

 O seminário vai até esta sexta-feira (5) quando vão acontecer as palestras: “Operacionalização do SIM/SUAF na Bahia”, ministrada por Gilmar Bomfim, da CAR e Maria Cristina, da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB); “Políticas Públicas que impulsionam o SIM/SUSAF, com o diretor-presidente da CAR, Jeandro Ribeiro. A programação inclui ainda a participação de Claudia Magalhães, especialista convidada do Rio de Janeiro, com a palestra “Principais elementos de Autocontrole (PAC'S) e rotulagem e layout”. Os participantes também vão poder degustar produtos certificados pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM) e conhecer experiências exitosas de consórcios multifinalitários da Bahia.


Foto Reprodução

A ADAB Território Litoral Sul também marcou presença no Seminário.


Dr. Ramos Cardeal, Dra. Lorena Santos, Dra. Hanna Pacheco, Renato Sena e Dra. Maria Cristina


64 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page