top of page

Atividades do Projeto ADAB na Escola são retomadas no Território Litoral Sul


Foto: Reprodução


Através da capacitação de 30 professores da rede municipal do Ensino Fundamental I de Almadina, foram iniciados, na última quinta (14), os trabalhos para implantação do Projeto ADAB na Escola, desenhado em formato virtual para atender às normas sanitárias estabelecidas para o controle da Covid-19.

O objetivo é que as orientações e conhecimentos sobre educação sanitária cheguem até 150 alunos de oito escolas da rede pública, segundo a equipe de educação sanitária do escritório da ADAB (Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia) em Itabuna, que dividiu a capacitação em três módulos. O primeiro discutiu a questão do uso dos agrotóxicos, a prevenção, o controle de pragas dos vegetais e as estratégias operacionais do Projeto.

Já nos dias 21 e 28 de maio, será a vez dos participantes abordarem a sanidade animal e a inspeção de produtos agropecuários.

Os secretários de Educação, José Neto e de Agricultura e Meio Ambiente, Lindival dos Santos, participaram da abertura oficial e relataram a satisfação da implantação do Projeto que trará impactos positivos na formação dos alunos, na valorização e fixação do homem no campo e desenvolvimento agrícola de Almadina.

“Estamos na expectativa para desenvolver o projeto em Almadina, cidade cuja economia gira em torno da agropecuária e através do ADAB na Escola, com conteúdo atual, planejado de forma a contextualizar a formação de novos sanitaristas com as temáticas animal e vegetal, certamente será um sucesso por aqui”, ressalta o secretário José Neto.

"Muito importante a retomada do projeto para divulgar os programas da ADAB e formarmos cidadãos atentos às ações sanitárias que colaboram com a defesa da saúde pública e meio ambiente. No primeiro dia, falamos das medidas de biossegurança para a prevenção da Monilíase do Cacaueiro e do Moko da Bananeira. Vamos seguir trabalhando com o quinto ano em escolas da zona rural e urbana, e a Educação de Jovens e Adultos. Em breve, virão outras cidades", explica Catarina Cotrim de Mattos, uma das coordenadoras do Projeto ADAB na Escola, no Litoral Sul.


Fonte: ASCOM / ADAB

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page